Dealing with our anger!

But he was pierced for our transgressions, he was crushed for our iniquities; the punishment that brought us peace was on him, and by his wounds we are healed.”

Hey friend! How are you doing?!

These past few days I have been involved in conversations about the same issue and today, I just listened a great podcast about the same subject, that clarified a lot of things for me. So, I decided to bring this topic up, because I know that its a issue for a lot of people out there! Anger.

Have you ever felt taken by this feeling with no reasonable explanation?!

I know that I have days when, with no reason or warning, I just wake up feeling something bubbling inside, a restlessness. And at some point, triggered by a tough or even a small but trick situation, I am confronted with this feeling: Anger. It is like a deep and bursting wave that just starts to rise. Itapparently happens with no good reason, but it is deep whitin!

At the weekend, I was talking about these episodes with my sister in law. We were seat at the table, just talking, and she was the one who brought it up:

– “You know those days when you just feel this anger deep inside and you don’t know the reason?!”

-“Yes, I answered, I can totally relate to it”. I certainly know the feeling. And it is not just the feeling, when you really analyze it, you are feeding thoughts that makes you feel this way. It is always the past, not the present.

And thinking about it, I found out that a lot of us, women, who were disappointed, abandoned or hurted in the past, can carry this feeling inside! We all have memories that hurts us or makes us feel angered and frustrated.

It is like a defense mechanism, that we’ve learned to use in the past to protect ourselves! We learned that, if we get angry(or agressive) enough, maybe we can scatter the threat away! If you dig deep enough, you will find out that anger usually comes from a place of fear!

Today, listening to this great podcast with Rosie Rivera, who wrote a book about it: “God is my defender” I could understand better from where this feeling comes from and why! There are a lot of wounded women out there, and this anger is just a reaction to all the trauma and pain!

Thank God there is healing available for us! God knows where we were wounded, He knows our traumas and He is not intimidated by it! We don’t need to feel shame or think we are hopeless, there is a renewing love in our path!

Jesus is the healer of our souls! Just surrender all your pain and anger to Him, He knows exactly what to do! He is the One who brings beauty from our ashes.

The first step is to recognize it and be honest with God! He already knows our hearts, but there is freedom when we start to face and confess our sins and struggles to Him! When we accept that we have a problem that only Him can fix, He is ready to help! And He is loving in all His ways!

Seeking for counseling or a support group, it is also a good option! If you have someone, spiritually mature that can help you, I would tell you to do it. People in your family or in your church, that may had the same battle in the past, could give you some good advices and support. That’s why we are the body of Christ!

I know I grew a lot and got healing from a great support group in the past! When we are brave enough to show our wounds and flaws, there is always space and opportunity to forgive ourselves and be transformed, by the power of the Holy Spirit! Don’t be afraid to talk about it!

We are all under a constant process of healing, renewing our identity in Christ!

There is no perfection on this earthly life, but we can choose to walk in freedom, surrendering all our fears and burdens to Jesus, just resting on His amazing love for us! His love never fails!

Just remember: Your healing journey happens when you are patient and honest with yourself! Just take one step at the time, don’t compare yourself to others. Compare yourself to who you were and celebrate who you are becoming!

 He said to her, “Daughter, your faith has healed you. Go in peace and be freed from your suffering.” (Mark 5:34)

There is no fear in love. But perfect love drives out fear, because fear has to do with punishment. The one who fears is not made perfect in love.” (1 John 4:18)

Lidando com a raiva!

Ei amigo! Como você está?!

Nos últimos dias, um tópico veio à tona através de conversas, reflexões e um podcast muito esclarecedor, que eu ouvi hoje sobre o mesmo assunto. Então eu decidi trazer esse assunto à tona, porque sei que é um problema para muita gente por aí: A raiva.

Você já se sentiu tomado(a) por esse sentimento sem uma explicação razoável?!

Eu sei que tenho dias em que, sem nenhum motivo ou aviso, eu acordo com esse sentimento borbulhando por dentro, uma inquietação. E em algum momento, desencadeado por uma situação difícil ou mesmo pequena, mas complicada, eu sou confrontada com este sentimento de raiva. Parece uma onda profunda e explosiva que começa a surgir. Isso, aparentemente, acontece sem um bom motivo, mas é bem real!

No fim de semana, eu estava conversando sobre esses episódios com minha cunhada. Nós estávamos na mesa e ela tocou no assunto:

– “Sabe aqueles dias em que você sente essa raiva por dentro e não sabe o motivo?!”

– “Sim, eu respondi, eu sei exatamento do que você tá falando”. Eu certamente conheço o sentimento. E não é apenas o sentimento, quando você realmente analisa a situação, você está alimentando pensamentos que a fazem se sentir assim. É sempre o passado, não o presente.

E pensando nisso, descobri que muitas de nós, mulheres, que fomos decepcionadas, abandonadas ou magoadas no passado, podemos carregar esse sentimento dentro de nós! Todas nós temos memórias que podem nos deixar magoadas ou nos sentindo com raiva e frustradas.

É como um mecanismo de defesa que aprendemos a usar no passado para nos proteger! Aprendemos que, se ficarmos com raiva (ou agressivas) o suficiente, talvez possamos espantar a ameaça! Se você cavar fundo o suficiente, descobrirá que a raiva geralmente vem de um lugar de medo!

Hoje, ouvindo este podcast com a Rosie Rivera , que escreveu um livro sobre isso: “Deus é meu defensor”, eu pude entender melhor de onde vem esse sentimento e por quê! Há muitas mulheres feridas por aí, e essa raiva é apenas uma reação a todo o trauma e a dor que sofremos!

Graças a Deus, há cura disponível para nós! Deus sabe onde fomos feridas, conhece os nossos traumas e não se intimida com isso! Não precisamos sentir vergonha ou pensar que não temos esperança, há um Amor renovador no nosso caminho!

Jesus é o médico das nossas almas! Apenas entregue toda a sua dor e raiva pra Ele, Ele sabe exatamente o que fazer! Jesus é aquele que transforma nossas cinzas em obra de arte!

O primeiro passo é reconhecer e ser honesto com Deus! Ele já conhece nossos corações, mas há liberdade quando começamos a enfrentar e confessar nossos pecados e lutas a Ele! Quando aceitamos que temos um problema que só Ele pode resolver, Ele está pronto para ajudar! E Ele é amoroso e gentil em todos os Seus caminhos!

Buscar aconselhamento ou um grupo de apoio também é uma boa opção! Se você tem alguém espiritualmente maduro que pode ajudá-lo, eu te encorajo a fazer isso. Pessoas na sua família ou na sua igreja, que podem ter tido a mesma batalha no passado, podem lhe dar alguns bons conselhos e apoio. É pra isso que somos o corpo de Cristo!

Eu sei que eu cresci muito e recebi cura através de um desses grupos de apoio, no passado! Quando somos corajosos o suficiente para mostrar nossas feridas e falhas, sempre há espaço e oportunidade para nos perdoarmos e sermos transformados pelo poder do Espírito Santo! Não tenha medo de falar sobre isso!

Estamos todos em constante processo de cura, renovando nossa identidade em Cristo!

Não há perfeição nesta vida terrena, mas podemos escolher caminhar em liberdade, entregando todos os nossos medos e fardos a Jesus, apenas descansando em Seu maravilhoso amor por nós! Seu amor nunca falha!

Lembre-se: A sua jornada de cura acontece quando você é paciente e honesta consigo mesma! Dê um passo de cada vez, não se compare com os outros. Compare-se com quem você era e celebre quem você está se tornando!

” Ele disse a ela: “Filha, sua fé a curou. Vá em paz e seja livre do seu sofrimento”. (Marcos 5:34)

Não há medo no amor. Mas o perfeito amor lança fora todo o medo, porque o medo tem a ver com punição. Aquele que teme não se aperfeiçoou no amor. ” ( 1 João 4:18 )


Vida caótica. Vida em construção.

Já me odiei
Por tanto “sim” que disse, acreditando em bondade alheia
Eu já me ridicularizei
Por tentar coisas difíceis que só alguns faziam
Eu já me crucifiquei
Por falar besteira e falar demais em hora errada
Eu já quis perfeição doentia
Já fui bizarra por rebeldia e já fugi

Já quis ser você, ela ou ele
Já quis ser tudo, menos eu

Nessa caótica vida, me apeguei Naquele que não muda
Naquele que não tem sombra de dúvida
Que me viu dar uma volta na rua, atrás de casa
Num belo dia de chuva, p’ra ver o céu

Já me odiei
Por tanto “sim” que disse, acreditando em bondade alheia
Eu já me ridicularizei
Por tentar coisas difíceis que só alguns faziam
Eu já me crucifiquei
Por falar besteira e falar demais em hora errada
Eu já quis perfeição doentia
Já fui bizarra por rebeldia e já fugi

Já quis ser você, ela ou ele
Já quis ser tudo, menos eu

Nessa caótica vida, me apeguei Naquele que não muda
Naquele que não tem sombra de dúvida
Que me viu dar uma volta na rua, atrás de casa
Num belo dia de chuva, p’ra ver o céu

Eu me apego em Ti
Naquele que não muda
E na tempestade,
Eu danço na chuvaEu me apego em Ti
Naquele que não muda
E na tempestade
Eu danço na chuva

Imutável, Castelo Forte
Inabalável, és o meu norteImutável, Castelo Forte
Inabalável, és o meu norteImutável, Castelo Forte
Inabalável, és o meu norteImutável, Castelo Forte
Inabalável, és o meu norte.” ( Caótica- Palankin)

Passando só pra te lembrar que, independentemente de quão caótica sua vida ou sua mente possam estar, Deus ainda segura sua vida e seu futuro na palma das mãos!

Essa letra fala muito comigo, e às vezes parece até que foi feita sob medida!

Eu já me odiei muitas vezes, desejando ter nascido outra pessoa, em outro lugar, em outros tempos!

Quantas vezes eu briguei com Deus e com as pessoas ao meu redor, porque a revolta e o medo me consumiam e eu não conseguia aceitar quem eu era e nem o que eu estava vivendo!

Redescobrir nossa identidade em Cristo é um processo lento e doloroso, meu Deus, como é doloroso! Mas quando você olha pra trás e vê que você já não é mais a mesma, também é muito recompensador!( É um alívio!)

Eu me lembro de pensar que eu nunca conseguiria mudar, por mais que eu quisesse ser diferente: Mais leve, mais desencanada, mais amigável.

Eu quis desistir muitas vezes, eu fugi e me escondi por muito tempo, eu estava exausta de tanta decepção! Mas Ele me viu, Ele sempre esteve ali, comigo em meio a dor!

E não importa quanto tempo demore, quantas vezes você vai fugir e pensar em desistir de tudo. Aquele que te criou e te escolheu vai continuar perseguindo seu coração, não importa aonde você se esconda!

Hoje eu me sinto grata! Grata por ter sobrevivido, por ter mudado e amadurecido!

Eu aprendi a confiar, a perder o medo insano de falhar, de decepcionar a Deus.

Ele nunca se surpreendeu com meus erros, Ele sempre soube aonde eu ia cair, aonde eu ia errar! Essa verdade é libertadora.

Eu sei que a caminhada é longa e que o processo ainda não acabou, mas hoje eu só quero trazer à mente o que pode me trazer esperança: Que Ele é fiel e misericordioso e que Ele vai terminar em mim ( e em você) toda boa obra que Ele começou, desde o momento em que nos teceu no ventre da nossa mãe!

Senhor, tu me sondas e me conheces. 
Sabes quando me sento e quando me levanto;
de longe percebes os meus pensamentos.
Sabes muito bem quando trabalho e quando descanso;
todos os meus caminhos são bem conhecidos por ti.
Antes mesmo que a palavra me chegue à língua,
tu já a conheces inteiramente, Senhor.
Tu me cercas, por trás e pela frente, e pões a tua mão sobre mim.
Tal conhecimento é maravilhoso demais e está além do meu alcance; é tão elevado que não o posso atingir.
Para onde poderia eu escapar do teu Espírito?
Para onde poderia fugir da tua presença? Se eu subir aos céus, lá estás;
Se eu fizer a minha cama na sepultura , também lá estás.
Se eu subir com as asas da alvorada e morar na extremidade do mar,
mesmo ali a tua mão direita me guiará e me susterá.
Mesmo que eu diga que as trevas me encobrirão, e que a luz se tornará noite ao meu redor, verei que nem as trevas são escuras para ti.
A noite brilhará como o dia, pois para ti as trevas são luz.
Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe.
Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável .
Tuas obras são maravilhosas! Digo isso com convicção.
Meus ossos não estavam escondidos de ti quando em secreto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra.
Os teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro antes de qualquer deles existir.
Como são preciosos para mim os teus pensamentos, ó Deus!
Como é grande a soma deles! Se eu os contasse, seriam mais do que os grãos de areia. Se terminasse de contá-los, eu ainda estaria contigo.
Salmos 139:1‭-‬18 NVI

Identity(crisis) and bad experiences: What makes us who we are?

Trust in the Lord with all your heart
    and lean not on your own understanding;
 in all your ways submit to him,
    and he will make your paths straight.
” Proverbs 3:5-6

Hey Guys!

Today I want to share a little bit about identity and struggles that surround it, wich I had face for a long time in my life!

However, in some point, I finally found who I really was! ( Well, to be honest, I am still on this journey! lol).

I want to start telling you something that will, problably, sound like a cliche but it’s true: YOU ARE NOT what people had done to you, you are not the way you feel about yourself and ,definetely, you are not just a result of your bad experiences!

Today I read a history about a girl who decided to become a transgender and, after a while, she regreted!

I have heard a lot about those cases lately, people who THOUGHT that would be a great idea to change their gender, because their were CONFUSED and facing difficult identities’ and sexual issues.

Read this kind of stuff makes me sad, cause this generation are confused, depressed and most of time, LOST. They don’t know what they are doing, most of time!

But, to be fair, I am here to talk about me and my own experiences.

There was a time, when I thought I was the result of all my worst experiences in life, I built my identity on that. I felt angry, lonely and hopeless!

I was so tired of being disappointed by people and myself that one day, I decided I WOULD NOT CARE ABOUT ANYTHING.

I grew up in a complicated family. My mom was too young when she had me and my brother. Moreover, we were(my brother and I) raised by our stepfather, who had another son with my mon so, we were three brothers.

We used to move a lot from city and school, and we faced a lot of money issues along the way. But I think, the most problematic thing for me was that I did not felt loved by my parents when I was a child.

My stepfather did what he could to keep us save and take care of us, but like my mom he was just too young and inexperienced; But also, he was very dictatorial and did not knew how to show kindness and love to us.

So, when I grew up and became a teenager, no surprises, I rebeled. I stopped of trying to get some love and approval from my parents.

I quit church, because I thought that God was just(dictatorial) like my stepfather (who, by the way, I always called ‘father’, cause he raised me) and I decided to live by my own “rules”.

Those rules was basically: I didn’t trust anyone and I didn’t care about anything. I thought people were all the same, that I was by myself on this world.

Long story short, I lived for several years, a life of bitterness, resentment and loneliness. Only because I believed for so long that I was just a victim (and sometimes a “bad fruit”) and there was no other way to live.

I couldn’t love or trust anyone.

So, when I see people making bad decisions, based on false beliefs or on their wounds, wich it’s closely related to their identity, my heart hurts!

WE ARE NOT the confusion inside our heads, we can not decide anything based on our broken heart. That it’s a big mistake!

We can decide to think differently, looking beyond the situations of life!

However, what the world is telling to this broken and young generation is kind the opposite: “Do what you THINK will make you happy, FOLLOW YOUR HEART, believe in your feelings!”

That is a HUGE LIE! If you were not loved, if you did not learned what it’s care and trust, how can you base your decisions on what you are feeling or what you think about yourself at this point?

Don’t think that things will never change, cause it will! Your mind will change in a few years, your tastes will also change and you gonna experience better times and thoughts!

I can tell by my own life experience: The worst situations in our lives don’t last forever, there are people in our life that actually CARE ABOUT US; And most important: THERE IS A BETTER WAY!

You are made by a loving God, a father, who cares about you and who are waiting for a chance to CHANGE YOUR HISTORY for good. You just need to ASK FOR HELP!

So, no matter what kind of confusion or struggling you are facing in your life right now, don’t take any “permanent” decision that you would regret later! Just take a deep breath and be brave!

Better times are coming!

For I know the plans I have for you,” declares the Lord, “plans to prosper you and not to harm you, plans to give you hope and a future. 1Then you will call on me and come and pray to me, and I will listen to you. 13 You will seek me and find me when you seek me with all your heart. ” Jeremiah 29:11-13

****************************************************************

Identidade e más experiências> O que nos torna o que somos?!

Ei, pessoal!


Hoje quero compartilhar um pouco sobre identidade. Incluindo as lutas que enfrentei a vida toda, até descobrir quem realmente era! (Bom, para ser sincera, ainda estou nessa jornada rs).

Quero começar dizendo algo que, aparentemente, soa como um clichê, mas que é real: Você não é o que as pessoas fizeram com você; você não é os SEUS SENTIMENTOS sobre si mesmo e, definitivamente, você não é apenas o resultado de suas más experiências!

Hoje eu li um artigo sobre uma garota que decidiu se tornar uma transexual e depois de um tempo, se arrependeu!


Ultimamente, eu tenho lido muito sobre esses casos, pessoas que PENSARAM que seria uma ótima ideia mudar seu gênero(e sua identidade), porque estavam confusas e enfrentavam problemas identitários e sexuais difíceis.

Ler esse tipo de coisa me deixa triste, porque eu vejo que essa geração está confusa, deprimida e na maioria das vezes, perdidas! Simplesmente não sabem o que estão fazendo!

Mas, para ser justa, estou aqui para falar sobre mim e minhas próprias experiências.

Houve um tempo em que pensei que eu era o resultado de todas as minhas piores experiências na vida e construí minha identidade com base nisso. Eu sentia muita raiva, solidão e não tinha nenhuma esperança!

Eu estava tão cansada de ser desapontada pelas pessoas e por mim mesma que decidi que não me importaria mais com nada.

Eu cresci em uma família complicada, sabe. Minha mãe era muito jovem quando engravidou de mim e do meu irmão. Além disso, nós fomos (meu irmão e eu), durante a maior parte de nossas vidas, criados por nosso padrasto, que teve outro filho com minha mãe, então éramos três irmãos.

A gente mudava muito de cidade e de escola, e enfrentamos muitos problemas financeiros ao longo do caminho. Mas acho que a coisa mais problemática para mim foi que eu não me sentia amada por meus pais quando criança.

Meu padrasto fez o que pôde para nos manter a salvos e cuidar de nós, mas como minha mãe, ele era muito jovem e inexperiente, mas também era muito ditatorial e não sabia como demonstrar bondade e gentileza

Então, quando eu cresci e me tornei adolescente, sem nenhuma surpresa, eu me rebelei. Eu parei de tentar obter algum amor e aprovação de meus pais.

Saí da igreja porque eu pensava que Deus era (ditatorial) como meu padrasto (que, aliás, eu sempre chamei de ‘pai’, porque ele me criou) e decidi viver de acordo com minhas próprias “regras”.

Essas regras eram basicamente: eu não confiava em ninguém e não me importava com nada. Eu pensava que as pessoas eram todas iguais, que eu estava sozinha neste mundo.

Resumindo a história, eu vivi por vários anos, uma vida de amargura, ressentimento e solidão. Só porque eu acreditei por muito tempo que eu era apenas uma vítima (e às vezes uma “fruta podre”) e não havia outra maneira de viver.

Eu não conseguia amar ou confiar em ninguém.

Então, quando vejo pessoas tomando más decisões com base em falsas crenças ou em suas feridas, que estão intimamente relacionadas à sua identidade, meu coração dói!

Nós não somos a confusão dentro de nossas cabeças, não podemos decidir nada com base em nosso coração partido. Isso é um grande erro!

Nós podemos decidir pensar de maneira diferente , enxergando além das situações da vida!

No entanto, o que o mundo está dizendo a essa geração jovem e deprimida é exatamente o oposto: “Faça o que você acha que te faz feliz, siga seu coração, acredite nos seus sentimentos!”

Essa é uma grande mentira! Se você não foi amado, se não aprendeu o que é cuidado e confiança, como pode basear suas decisões no que está sentindo ou no que pensa sobre si mesmo?

Não pense que as coisas nunca vão mudar, porque elas mudam! Sua mente mudará em alguns anos, seu gosto também mudará e você experimentará tempos melhores!

Eu posso dizer pela minha própria experiência de vida: As piores situações em nossas vidas não duram para sempre, há pessoas em nossa vida que realmente se importam; E o mais importante: HÁ sempre um caminho MELHOR!

Você foi feito por um Deus amoroso, um pai, que se importa com você e que está esperando por uma chance de MUDAR SUA HISTÓRIA de uma vez por todas. Você só precisa pedir!

Portanto, não importa que tipo de confusão ou dificuldade você esteja enfrentando agora, não tome nenhuma decisão “permanente”, da qual você poderá se arrepender mais tarde! Respire fundo e seja corajoso!

Tempos melhores estão chegando!

Porque eu sei os planos que tenho para vocês”, declara o Senhor, “planos de fazê-los prosperar e não de prejudicá-los, planos para dar-lhes esperança e um futuro. 2 Então vocês vão chamar e vir e orar para mim, e eu vou ouvi-los. 13 Vocês vão me procurar e me encontrarão quando me procurarem com todo o coração.” Jeremias 29: 11-13

“There is no chain this Love can´t break…” ***

Today I was confronted by a simple but embarrasing TRUTH: God´s love for us!

Despite our mess, Jesus loves us, He REALLY loves us!

Think about it: a God who can do everything, Almighty, who does not need anything, cause He is complete: Father, Son ad Holy Spirit since eternity, decide to create humanity.

He took this decision KNOWING everything ,cause God can´t be surprised. He wrote the whole thing! So, before create man and woman, He seats in family and have a great conversation with them:  I´m thinking to write a history, a love history! And Jesus says: yes! I was thiking the same thing, this would be amazing! And Holy Spirit: Sure! I can make some arrangements! And the three, who are one but family at the same time, decided together to create us, with freedom to chose our own path. They, He, knew how the things would happen!

Did you ever stoped to think about it? How God wanted things this way from the beggining: a history about love and sacrifice, the most amazng one.

Sometimes I think that the truth of the cross has becoming too normal in our lives, because we heard  it over and over again!  It just a distant truth, that sometimes we even did not know if we truly understand and live for it!

We are surrounded by so many informations, tasks, goals that we do not know what that act of sacrifice really means anymore: the truly and deep Love of God for us, His children!

Don´t let this truth become just another one in your life! Consider at least for a moment, everyday in your life, how amazing and unique is the Love of the Father for you!

Think about what Jesus did for us, how He SURRENDED everything, His glory and power, to walk among humanity: seat and talk with us, eat and hear about our pains. Can you realize that?!!

Today I was hit by this truth in a deep way: God loves me, no matter what! He loves us despite our past, our sins and flaws. And we are really blessed just  to KNOW THAT! No matter what we are going through, because you know, there are people out there, dying, suffering cause they know nothing about this Love!

A love that restore identity, heal wounds, break chains , forgive the past and already paid for your future mistakes! CAN YOU BELIEVE IT?

So, if you really LIVE for this truth , be grateful for your life, be grateful for your struggles, cause you are not alone and everything has a purpose!

And I believe we are part of this purpose: make this love known and real in other peoples lives!

“Who will bring any charge against those whom God has chosen? It is God who justifies.  Who then is the one who condemns? No one. Christ Jesus who died—more than that, who was raised to life—is at the right hand of God and is also interceding for us. Who shall separate us from the love of Christ? Shall trouble or hardship or persecution or famine or nakedness or danger or sword?  As it is written:  “For your sake we face death all day long;   we are considered as sheep to be slaughtered.”[j No, in all these things we are more than conquerors through him who loved us. 

For I am convinced that neither death nor life, neither angels nor demons, neither the present nor the future, nor any powers, neither height nor depth, nor anything else in all creation, will be able to separate us from the love of God that is in Christ Jesus our Lord.”  Romans 8-33:39

***This Love- Housefires

*************************************************************************************

Hoje eu fui confrontada por uma VERDADE simples, porém constrangedora: o amor de Deus por nós!

Apesar da nossa confusão interna, Jesus nos ama, ele realmente nos ama!

Pense nisso: um Deus que pode tudo, todo-poderoso, que não precisa de nada, porque Ele é completo: Pai, Filho e Espírito Santo desde a eternidade, decide criar a humanidade.

Ele tomou essa decisão CONHECENDO todas as coisas, porque Deus não pode ser surpreendido, Ele escreveu a coisa toda!

Então, antes de criar homem e mulher, Ele senta em família e tem uma ótima conversa com eles: Estou pensando em escrever uma história, uma história de amor! E Jesus diz: sim! Eu estava pensando a mesma coisa, isso seria incrível! E Espírito Santo: Claro! Eu posso fazer alguns arranjos! E os três, que são um, mas família ao mesmo tempo, decidiram juntos criar-nos, com liberdade para escolher nosso próprio caminho. Eles sabiam como as coisas aconteceriam!

Você já parou para pensar sobre isso? Deus queria as coisas assim desde o começo: uma história sobre amor e sacrifício, a mais incrível de todas!

Às vezes, penso que a verdade da cruz se tornou normal demais em nossas vidas, porque a ouvimos repetidas vezes! Tornou-se apenas uma verdade distante, que talvez nem saibamos mais se realmente entendemos e acreditamos a ponto de vivê-la!

Estamos cercados de tantas informações, tarefas e objetivos que não sabemos mais o que esse ato realmente significa: o verdadeiro e profundo Amor de Deus por nós, Seus filhos!

Não deixemos que esta verdade se torne apenas mais uma na nossa vida! Que possamos pelo menos por um momento, todos os dias da nossa vida, refletir sobre quão incrível e único é o Amor do Pai por nós!

Que possamos nos maravilhar com o que Jesus fez por nós. Ele entregou tudo: Sua glória e poder, para andar entre a humanidade: sentar e conversar conosco, comer e ouvir sobre nossas dores. Você consegue imaginar isso? !!

Hoje fui atingida por essa verdade de uma forma especial: Deus me ama, não importa o que aconteça!

Ele nos ama apesar do nosso passado, nossos pecados e falhas. E nós somos realmente abençoados apenas por SABERMOS DISSO! Não importa o que estamos passando, porque a verdade é que há pessoas lá fora, morrendo e sofrendo porque elas não sabem nada sobre esse Amor!

Um amor que restaura a identidade, cura as feridas, quebra as correntes, perdoa o passado e já pagou pelos seus futuros erros! Dá pra acreditar?!

Então, se realmente vivemos por esta verdade, sejamos gratos por nossas vida, por nossas batalhas, porque  não estamos sozinhos e tudo cumpre um propósito!

E acredito que fazemos parte desse propósito: tornar esse amor conhecido e real nas vidas de outras pessoas!

Quem fará alguma acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem os condenará? Foi Cristo Jesus que morreu; e mais, que ressuscitou e está à direita de Deus, e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?
Como está escrito: “Por amor de ti enfrentamos a morte todos os dias; somos considerados como ovelhas destinadas ao matadouro”.
Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.
Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes,
nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.”  Romanos 8:33-39

***This Love- Housefires

My history (part 2: DTS- Discipleship training school)

( If you are curious about part 1 of my testimony, read here!)

So, after I finished all the process and overcame the struggles, I finally  embarked on this journey.! On February 5, I traveled to São Paulo to meet the DTS crew, at the meetingpoint: Mount Zion Church. There I started to get to know better the other students.

I remember that right there, in the first contact, I already received a word about my life and future days, which involved knowing more deeply the scriptures and how God would use that for His plans!

It was amazing to hear this for the first time, because I was expecting so much about this experience and, hearing that, made me understand some things, including my hunger for the bible (I had read the entire bible in the last 3 months that preceded this trip).

On the bus, I remember that everyone was very excited and Frenchie, one of the staffs, started talking to us about his story and at one point he asked each of us to get up and declare something we would like to be fulfilled in the future! It was very exciting!

There were statements of healing and salvation over cities and nations, ministries in which people would like to act by, being declared.

When it came to me I remember saying: I declare that one day I will have a music band to announce Jesus, formed only by women! I do not even know why I wanted this so much, since I never played any instrument (although I’m passionate about guitar!)

And I also do not sing lol. So imagine you, this actually seemed like a total wander, but God knows all things.

Then, after everyone had finished speaking, the staff, Frenchie, said: “just passed a bus here on the side written ‘making dreams come true’. Wow, everyone was amused!

For most people, of course, believing this would be crazy, but for those who know how God acts, it could be considered a signal.( a really cool one, by the way!)

Anyway, when I got there I was super excited! The first few days were amazing and God gave me several words through the staffs that were there (the staffs were a DTS leadership team).

It was very encouraging for me because I was not used to nothing like that, I did not even know how to listen to God´s voice, I still had many misconceptions about this subject (and a lot was demystified for me in these months of DTS)

Most of the time I spent in this farm, I felt very good, super excited and hungry for God. I wanted to absorb everything and the classes were incredible!

We have received several YWAM leaders from Kona and people involved in the most diverse ministries, both inside and outside the YWAM comunity.

In these classes we learned more about how to listen to the voice of God, how to spend more time with Jesus and make him our best friend, how to speak about Jesus to people in a simple and objective way, those teachings was very good for my development.

Because, after all, I did not know anything before I got there, I had just given my life to Jesus(few months before) and this opportunity helped  me to learn many things about relationship with God and how he acts (although this is impossible to delimit, God acts in infinite ways!)

I remember that during those months, the school leader also asked us to read the story of Lorren Cunningham and the beginning of YWAM in the world.

This book made all the difference in my life! (not making a propaganda, but it’s true) it clearly shows the learning process of this man and his difficulties, as he learned to hear the voice of God and do His will, often making mistakes, of course.

This book also makes it clear: that if we persist in doing God’s will, He helps us in the process and he is patient with our mistakes and stumbles. It shows that  the closer we get, the easier it gets to hear His voice and do the that He asks of us.

But, not everything is a “piece of cake” in Christian´s life, is quite the opposite. I also had difficulties during this period. I often felt rejected or excluded.

I had days that I faced a hard time interacting with people, including from my travel group to Nepal. And I spent some confined times in my room, trying to hide myself from the world and denying my struggles.

After discovering that I was going to Nepal (each of us could chose 3 countries as options and write on a paper, after a few days, we received the answer!), I started to have “team time” with the people who would travel with me and we started to get to know each other better and share our experiences.

It was not easy for me, first because, I never liked to expose myself to strangers  and second because, if I feel that I cannot “trust” someone, simply because I did not like something in this person, everything gets more difficult when it comes to relating.

Unfortunately, this happened even in relation to my leader. I had a meeting with her once in a week to talk about my difficulties and development, and I had a hard time opening up and talking about my deepest feelings and problems. I’ve always been like this, kind of defensive, and that’s a barrier in my relationship with people.

However, God began to work on me, during this period, beginning to treat my rejection issues and related wounds, that have always influenced my personality.

In the middle of this process, I experienced my first “supernatural” experience with God,  He took me to a place and showed me how I saw myself.

He told me, after I told this experience to a friend, that he was healing me from this distorted view of myself! (He handed me the interpretation through her.)

I do not know if I can detail everything I’ve experienced in this season, but I’ll try, continuing to count in parts!

So, see you next time!

******************************************************************

Quem me dera ser um pouco
Melhor no que eu tenho que dizer

E talvez assim, eu conseguisse
Pedir ajuda mais cedo

E não gastaria, o tempo tentando
Provar pra ninguém o que eu sou
E o que eu não sou

Quem foi o primeiro a me contar
Tantas mentiras que eu resolvi acreditar
Enquanto eu carregava o peso que eu achava ser só meu,

mas não, você fez enxergar
O que eu mereceria
Resolveu me dizer que o peso
O peso não é só meu ( Amen Jr-  O peso não é só meu)

Então, depois de todo aquele processo e lutas, eu finalmente embarquei nessa jornada!

No dia 05 de fevereiro, eu viajei pra São Paulo, pra encontrar a galera do DTS no ponto de embarque,na Igreja Monte Sião. Lá já comecei a tentar me enturmar e conhecer a galera. Me lembro que ali mesmo,no primeiro contato, já recebi uma palavra sobre a minha vida e dias futuros, que envolvia conhecer mais profundamente as escrituras!

Foi incrível ouvir isso pela primeira vez, porque eu estava com muitas expectativas sobre esse tempo que eu passaria no DTS, e ouvir aquilo, me fez entender algumas coisas, inclusive minha fome pela bíblia (eu tinha lido a bíblia inteira nos últimos 3 meses que precederam essa viagem).

No ônibus, eu me lembro que todo mundo tava muito animado e o Frenchie, um dos staffs, começou a falar com a gente sobre a história dele e em um determinado momento ele pediu pra que cada um de nós se levantasse e declarasse algo que nós gostaríamos que se cumprisse no futuro!

Foi muito emocionante! Havia declarações de cura e salvação sobre cidades e nações, ministérios em que as pessoas gostariam de atuar, sendo declarados.

E, quando chegou a minha vez me lembro de ter dito: eu declaro que um dia terei uma banda pra anunciar Jesus, formada só por mulheres! Nem sei porque eu queria tanto isso, já que eu nunca toquei instrumento algum( embora eu seja apaixonada por guitarra!) e também não canto rs.

Então imaginem, na verdade isso pareceu uma viagem total, mas Deus sabe de todas as coisas. Logo depois, quando todo mundo terminou de falar, o staff que estava a frente disse: acabou de passar um ônibus aqui do nosso lado e tava  escrito “realizando sonhos” hahahhaha todo mundo ficou em êxtase.

Claro que, pra maioria das pessoas, acreditar nisso seria loucura, mas pra quem conhece como Deus age, isso poderia sim ser considerado um sinal.

Enfim, quando cheguei lá eu tava super animada, os primeiros dias foram incríveis e Deus me entregou várias palavras através dos staffs que estavam lá (os staffs eram um time da liderança do DTS). Foi bem encorajador pra mim, porque eu não estava acostumada com nada disso, eu nem sabia como ouvir a voz de Deus direito, eu ainda tinha muitas idéias erradas envolvendo esse assunto.( e muita coisa foi desmistificada pra mim, nesses meses de DTS)

Na maior parte do tempo que passei nessa fazenda eu me senti muito bem, super animada e com fome de Deus, queria absorver tudo e as aulas eram incríveis! Recebemos vários líderes da Jocum de Kona e pessoas envolvidas nos mais diferentes ministérios, dentro e fora da Jocum (YWAN).

Nessas aulas aprendemos mais sobre como ouvir a voz de Deus, como passar mais tempo com Jesus e fazer dele nosso melhor amigo, como falar de Jesus pras pessoas de uma forma simples e objetiva; foi muito bom pro meu desenvolvimento.

Afinal, eu não sabia de nada, eu tinha acabado de entregar a minha vida pra Jesus e aprendi muitas coisas sobre relacionamento com Deus e a forma como ele age (embora isso seja impossível de delimitar, Deus age de formas infinitas!).

Lembro que nesse período, a líder da escola também pediu que a gente lesse a história do Lorren Cunhighan e do início da Jocum no mundo. Esse livro fez toda diferença na minha vida! ( não to fazendo propaganda, mas é verdade) ele mostra claramente  o processo de aprendizagem  desse homem e suas dificuldades , como ele aprendeu a ouvir a voz de Deus e fazer a Sua vontade, errando muitas vezes, é claro.

Esse livro deixa evidente que, se nós persistimos em fazer a vontade de Deus, Ele nos ajuda no processo e é extremante paciente com nossos erros e tropeços e que, quanto mais nos aproximamos, mais fácil fica de ouvir Sua voz e fazer o que Ele nos pede (o título em português é “Fala Senhor, estou ouvindo”).

Mas, nem tudo são flores na vida do cristão, muito pelo contrário. Eu também tive muitas dificuldades nesse período. Muitas vezes me sentia rejeitada ou excluída, tinha dias que eu tinha muita dificuldade em interagir com o pessoal, inclusive do meu grupo de viagem pro Nepal. E passei algumas tardes confinadas no meu quarto, tentando me esconder do mundo e negando meu problema.

Depois de descobrir que eu ia pro Nepal (cada um de nós pôde colocar 3 países como opção num papel e após alguns dias, recebemos a resposta!), eu passei a ter “ tempo de time” com o pessoal que ia viajar comigo e com isso passamos a nos conhecer melhor e dividir nossas experiências.

Não foi fácil pra mim, primeiro porque eu nunca gostei de me expor e segundo porque, se eu cismo que não posso “confiar” em alguém, simplesmente porque não fui com a cara dessa pessoa, tudo fica mais difícil na hora de me relacionar.

E, infelizmente, isso aconteceu inclusive em relação à minha líder. Eu tinha reunião com ela,uma vez por semana, pra falar sobre minhas dificuldades e desenvolvimento, e eu tinha muita dificuldade em me abrir e falar de coisas mais profundas. Eu sempre fui assim, meio na defensiva, e isso sempre foi uma barreira no meu relacionamento com as pessoas.

No entanto, Deus começou a trabalhar em mim durante esse período, começou a tratar minhas feridas relacionadas a rejeição e que sempre influenciaram minha personalidade.

Inclusive foi nesse tratamento vindo de Deus, que vivi minha primeira experiência “sobrenatural” com Ele.  Eu fui levada prum lugar diferente e lá, ele me mostrou como eu me via. Ele me disse, depois de eu contar essa experiência pra uma amiga, que ele estava me curando dessa visão distorcida de mim mesma! ( Ele me  entregou a interpretação através dela.)

Não sei se consigo detalhar tudo que eu vivi nesse período, mas vou tentar, continuando a contar em partes….até lá!

********************************************************************************