Healthy relationships: How to stablish boundaries!(part 2)

Hello guys! How are you doing?!

Today, like I promised in the last healthy relationship post, I will talk about how to develop HEALTHY BOUNDARIES in our personal, professsional and everyday’s relationship!

 “A man who can’t control himself is like a city whose walls are broken down” Proverbs 25:28

There is a filter that we can use to help us to look at every situation that surround us, that will change they way we react in our daily life!

This FILTER IS CALLED CONTROL.

We can classified control in 3 categories: Direct control, indirect control and no control.

If you stop for a moment to think about your life and things that happened to you, your relationships and people reaction toward you, what you gonna find? That you have almost NO control about it, but YOU HAVE CONTROL OVER YOU ! (or at least, you should have it).

So, what can I control directly? The way I react to things! But to control how I react, I need to train my emotions and thoughts and what feeds these 2 things!

For a long time, I was controlled by feelings of anger and frustration combined with pessimistic thoughts! Why?

Because through the years, I built this belief, based on bad experiences and bad comments of people about me, and I started to internalize those things, seing the world through these broken lenses!

If you let external factors shape the way you think and feel, soon you not gonna be able to be who you really are! And consequently, if you are not in control, not only your feelings and thoughts but also your identity will be build according to the cirscunstances and words you hear!

You CAN BE in control of how you feel and act toward things but, to be able to do that, you need to know who you are, despite of things that happens or what people think and say about you! It is not a fast or easy thing to do, but you can start now:

Surround yourself with people who think positively, act kindly and who believe in you! Learn how to like of who you are. It’s a big step.

Indirect Control: You can’t control the outcome but you can influence it! For example, I can not control how people feel about me, but I can influence it, right? I can be gentle, transparent, helpful, forgiving. Usually, that requires time and (some)hard work, but you can change how people see you, for the better!

You also can’t control completely your health, cause there are genetic and external factors that can change it, but you can influence your health by some actions, like: eating properly, exercising yourself and also doing things that provides you a good pshycological health and self estime!

No control: At last, there are things in life that we have absolutely no control in our lives! Like the economy, the weather, the death of a loved one.

For the things we have no control, there are a few things we can do about it: Take some action to be prepared for those things, like protect our body and our mind for the things that could happen; and also TRUST that there is a power higher than us, that we are not alone!

We can face hard times, but it don’t need to destroy us! It’s all about have the right persective!

That said, you also need to know that, for the things you have control, like the things you SAY and THINK, you are RESPONSABLE FOR IT!

Most of people like to think that is always the other person who is responsable for how they feel.

Your friend, father or husband can do something that makes YOU FEEL disappointed, but you are the one responsable for feeling that way, and you know why? Because you are the one wtho set your expectations in another person, making this person responsable for your happiness!

When you undestand that you are the person RESPONSABLE for how you respond to external influence, you can develop the authority or control over the way you REACT toward people and situations, cause you are the one who control your emotions, not another person.

Assuming the responsability for your own feelings is the step number one to have authority over them. And once you have the authority in your hands, by changing the way you think, that means you can develop the power to control how things will affect you.

Change your mindset reqires time and hard work, but it is your decision to make! I am still learning every day to put this learning into practice, but I can say that I have already reaped good fruits and inner healing for changing my perspective!

I can tell you,it is possible and it’s amazing to see myself through brand new eyes!

That’s all for now folks. Have a nice day!

This post is inspired by a course that I am attending called “Healthy relationships”, (by Chip Judd) from Messenger Courses.

RELACIONAMENTOS SAUDÁVEIS( PARTE 2): Como estabelecer limites!


Olá pessoal! Como vocês estão ?!

Hoje, como prometi no último post sobre cultvar relacionamentos saudáveis, vou falar sobre como desenvolver LIMITES SAUDÁVEIS em nosso relacionamentos, seja pessoal, profissional !

Um homem que não consegue se controlar é como uma cidade cujos muros são derrubados” Provérbios 25:28

Existe um filtro que podemos usar para nos ajudar a analisar todas as situações que nos cercam, que mudarão a maneira como reagimos em nossa vida diária!

Este filtro é chamado de “controle”.

Podemos classificar o controle em 3 categorias: controle direto, controle indireto e sem controle.

Se você parar por um momento para pensar sobre sua vida e as coisas que aconteceram com você, seus relacionamentos, comportamento das pessoas e situações que você já enfrentou, o que você vai descobrir?

Que você quase não tem nenhum controle sobre as coisas que acontecem com você e ao seu redor, mas VOCÊ TEM CONTROLE SOBRE VOCÊ! (ou pelo menos você deveria ter).

Então, o que eu posso controlar diretamente? Eu posso controlar a maneira como eu reajo às coisas! Mas para controlar como reajo, eu preciso treinar minhas emoções e pensamentos e o que alimenta essas duas coisas!


Por muito tempo, posso dizer que fui controlado por sentimentos de raiva e frustração combinados com pensamentos pessimistas! Por quê?

Porque, ao longo dos anos, construí essa crença, com base em más experiências, maus comentários de pessoas a meu respeito e começo a internalizar essas coisas, vendo o mundo através de vidros quebrados!

Se você deixar que fatores externos moldem a maneira como pensa e se sente, em breve você não saberá mais quem você é! E, conseqüentemente, se você não está no controle, não apenas seus sentimentos, pensamentos, mas também da sua identidade,você será moldado pelas circunstâncias e palavras que ouve!

Você PODE estar no controle de como se sente e age em relação às coisas mas, para poder fazer isso, precisa saber quem você é, independente das coisas que acontecem ou do que as pessoas pensam e dizem sobre você!

Não é um trabalho do dia pra noite, mas você pode começar agora:

Cerque-se de pessoas que pensam positivo, agem com gentileza e acreditam em você! Aprender a gostar de quem você é, é um grande passo.

Controle indireto: você não pode controlar o resultado, mas pode influenciá-lo! Por exemplo, não consigo controlar como as pessoas se sentem sobre mim, mas posso influenciá-las, certo? Eu posso ser gentil, transparente, prestativo, perdoador. Geralmente, isso requer tempo e (algum) trabalho duro, mas você pode mudar a maneira como as pessoas o veem, para melhor!

Você também não pode controlar completamente sua saúde, pois existem fatores genéticos e externos que podem alterá-la, mas você pode influenciar sua saúde com algumas ações, como: comer corretamente, se exercitar e também fazer coisas que lhe proporcionam boa saúde psicológica e autoestima!

Sem controle: Finalmente, existem coisas na vida que não temos absolutamente nenhum controle! Como a economia, o clima, a morte de um ente querido. Para as coisas que não temos controle, há algumas coisas que podemos fazer a respeito:

Tomar algumas medidas, como proteger nosso corpo e nossa mente em relação as coisas que podem acontecer; e também CONFIAR que existe um Poder Superior a nós, que não estamos sozinhos!

Podemos enfrentar tempos difíceis, mas isso não precisa nos destruir!Com a perspectiva certa, podemos ver tudo com olhos de aprendizagem!

Dito isto, você também precisa saber que, por todas as coisas que você controla, como as coisas que você DIZ e PENSA, você é RESPONSÁVEL!

A maioria das pessoas gosta de pensar que é sempre a outra pessoa responsável por como elas se sentem.

Seu amigo, pai ou marido pode fazer algo que o faz se sentir decepcionado, mas você é o responsável por se sentir assim, e sabe por quê? Porque é você quem define suas expectativas em relação a outra pessoa, tornando-a responsável por sua felicidade!

Quando você entende que você é o RESPONSÁVEL pela forma como responde à influência externa, pode desenvolver a autoridade ou o controle sobre a maneira como reage a pessoas e situações, porque é você quem controla suas emoções, e não os outros!

Assumir a responsabilidade por seus próprios sentimentos é o passo número um para ter autoridade sobre eles. E uma vez que você tenha a autoridade em suas mãos, mudando sua maneira de pensar, isso significa que você poderá desenvolver o poder de controlar como as coisas o afetarão.

Mude sua mentalidade, isso exige tempo e trabalho duro, mas a decisão é sua! Ainda estou aprendendo a cada dia a por esse aprendizado em prática, mas posso dizer que já colhi bons frutos e cura interior por mudar minha perspectiva!

Isso é tudo por enquanto, pessoal. Tenha um bom dia!

Este post é inspirado no curso “Healthy relationship” do autor Chip Judd, pelo Messenger International.

Publicado por

The found daughter!

Brazilian woman, crazy about good music,nature and books =) I love to write since I remeber! My passion grows stronger as a walk through this crazy adventure with Jesus, my Lord and savior, redeemer and best friend! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s